Arquivo da tag: pele

Tratamento Facial com Máscara de Ouro

ouro

O uso do ouro como tratamento medicinal e estético remonta a tempos tão longínquos quanto do antigo Egito, onde Cleópatra já usava máscaras de ouro para manter a pele suave e minimizar as rugas. A tecnologia atual permitiu trazer para os nossos dias estes maravilhosos tratamentos milenares. Em cada sessão são usadas folhas de ouro puro de 24 quilates, que são rapidamente absorvidas pela pele. O resultado é um atraso do envelhecimento da pele, diminuição de manchas cutâneas e uma maior luminosidade e hidratação.

Benefícios para a sua pele:

- Mais elasticidade;
- Mais firmeza;
- Mais suavidade;
- Menos rugas;
- Menos pele escamada;
- Menos manchas.

A hidratação da pele provém das camadas inferiores (epiderme e derme). A pele mantém a sua hidratação através do manto hidrolipídico (emulsão hidratante natural da pele) que mantém sua lubrificação, protegendo-a contra a evaporação de água e contra micro-organismos, desempenhando a “função barreira” contra o ressecamento.

A delicada pele do rosto pede cuidados especiais para manter-se sempre bonita e saudável.

A hidratação protege a pele sensível, melhora o tônus, a textura da pele, esconde as imperfeições e ajuda na produção de colágeno.

Por
Eliane Piassi

5 motivos para usar água termal

A água termal pode parecer um item supérfluo, mas você sabia que este líquido pode fazer muito bem para a pele? Descubra aqui outras funções do produto – depois de ler a reportagem, ela vai ganhar um lugar cativo na sua rotina de cuidados!

O spray termal tem fins terapêuticos e estéticos
Foto: Getty Images

Muitos acham exagero – e até frescura – incluir a água termal nos cuidados diários de beleza. Mas não é o que dizem os experts: dermatologistas e maquiadores afirmam que basta borrifar o produto algumas vezes por dia na face para notar sua eficácia. “Fora do Brasil e principalmente na França, país de origem da água termal, ela é usada para fins terapêuticos e ajuda a controlar até mesmo a dermatite atópica, doença que provoca a inflamação crônica da pele”, explica Daniela Petri, dermatologista de São Paulo e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.
Se você pensava que a água termal é igual à água mineral, pode esquecer. Mas, afinal de contas, o que faz esse líquido ser tão precioso e custar o equivalente a um cosmético? “Ela é extraída das rochas e carrega compostos minerais em alta concentração, como ferro, zinco, selênio e silício, um antirradical poderoso”, afirma Carla Vidal, dermatologista e dona da clínica Vidal, em São Paulo. Essa mistura de elementos é o que confere as vantagens do produto: limpar, hidratar, acalmar e preparar a pele para receber a maquiagem. Ficou com vontade de experimentar?

Manual de instruções

Limpar
“Eu sempre uso a água termal para limpar a pele das minhas clientes quando elas chegam da rua”, entrega Ricardo dos Anjos, beauty artist à frente do salão House of Beauty, de São Paulo. Dessa forma, o produto prepara a pele para receber a maquiagem e faz outros produtos, como antirrugas ou hidratantes, penetrarem melhor nas camadas da pele.
Proteger
Não deixe de colocar na bolsa um pequeno frasco do spray se for viajar de avião ou enfrentar um dia de trabalho com ar condicionado gelado. Ele forma uma película protetora e é tiro e queda para evitar o ressecamento e aquela sensação de pele repuxada.
Acalmar
Tratamentos com ácido, laser e peelings deixam a cútis linda e luminosa, mas o processo de recuperação nem sempre é dos mais fáceis. Algumas borrifadas de água termal ao longo do dia acalmam o ardor e a vermelhidão. Que tal emprestar seu frasco para o marido ou namorado? Ela também é ótima para aliviar a pele no pós-barba.
Cicatrizar
Machucadinhos? Espinhas? Queimaduras solares? A água termal também sai na frente nesses casos. “Ela não tem restrições (de tipo cutâneo) nem limite de aplicações e pode curar várias doenças de pele”, destaca Daniela Petri.
Criar novas texturas
Além de preparar a pele para receber o make, o produto também é um verdadeiro aliado dos pincéis. Experimente dissolver pigmentos com leves borrifadas da água – as cores ficam mais vivas e a aplicação, mais fácil. Ricardo dos Anjos dá outra dica: “Gosto de molhar alguns tipos de blush em pó para criar uma textura quase cremosa e mais natural”, conta.

9 crimes da beleza: deixe de lado hábitos que prejudicam sua pele

Algumas manias parecem irresistíveis e até inofensivas – como pegar o batom da amiga emprestado -, mas por trás de velhos hábitos se escondem os maiores assassinatos à sua beleza. Descubra como sair inocente dessas roubadas.

Juliana Romano

Conteúdo MDEMULHER

Acredite: retirar a maquiagem te deixa mais bonita!
Foto: Getty Images

1. Dormir de maquiagem

Dormir de maquiagem uma vez na vida não faz mal, mas quando o hábito se torna frequente, pode causar danos à sua beleza. Não fazer a limpeza direito pode entupir os poros e favorecer o aparecimento de cravos e espinhas, manchas e até os cílios podem ficar quebradiços. Além de causar sensibilidade e irritações. Com o tempo os resíduos na pele contribuem para a degradação do colágeno e da elastina acelerando o processo de envelhecimento. Inclua o hábito na sua rotina: antes de dormir, passe demaquilante, lave o rosto com um sabonete de limpeza e creme hidratante, específicos para o seu tipo cutâneo.

2. Esfregar os cílios para retirar a máscara

O rímel é power e não sai nem com reza brava? Evite a todo custo limpar friccionando os fios! Isso pode levar à queda e quebra dos pelos, que com o tempo ficam com menos volume e mais curtinhos. Esfregar com força também faz a região ficar mais sensível e suscetível ao aparecimento de linhas finas e rugas precoces. Se a máscara for à prova d’água, deposite o demaquilante sobre os cílios e aguarde alguns minutos enquanto ele amolece o produto. Depois retire com um pad de limpeza.

3. Puxar a pele descamando

Pode ser irresistível puxar aquela pelinha que está descascando, mas se ela ainda está presa ao seu corpo, é porque a pele por baixo ainda não cicatrizou. Arrancá-la pode até causar uma ferida. Mantenha a calma, espere a pele sair sozinha e invista em uma hidratação power e esfoliação suave a cada 15 dias.

4. Economizar no protetor solar

Eles são caros e devem ser reaplicados a cada 2 horas, é verdade, mas se for para economizar, melhor nem ficar exposta ao sol! Tudo que você economizar em protetor, gastará depois em loções pós sol para queimaduras – além do incômodo da vermelhidão e das horas sem dormir. Com o tempo, podem surgir manchas e a pele fica mais suscetível ao câncer de pele. O ideal é cobrir completamente a superfície e nunca usar FPS menor que 15.

 

Evite espremer cravos e espinhas! Se necessário recorra a produtos secativos
Foto: Getty Images

5. Espremer cravos e espinhas

Além de deixar uma ferida aberta a todas as bactérias presentes no ar, espremer espinhas pode deixar uma marca e até manchas na pele. Caso a ponta esteja muito amarela, até dá para tirar, mas só depois do banho com a região e as mãos limpas e sem usar as unhas!

6. Ficar passando a mão no rosto

Tem mania de afastar a franja toda hora, coçar a testa ou apoiar a bochecha nas mãos? Esses hábitos transferem as bactérias das mãos para a face, contaminando a pele e aumentando a chance de acne e infecções. Se você já sofre com o excesso de brilho, saiba que essas manias também transferem a oleosidade das mãos para a pele e cabelo.

7. Não limpar os pincéis de make

Já pensou como ficariam suas roupas se você nunca as colocasse para lavar? Os pincéis são assim também. As bactérias da sua pele ficam se acumulando e proliferando entre as cerdas, se não forem lavadas aquilo volta de novo para o seu rosto. O problema é essa “sujeira” se acumular nos poros e gerar cravos e espinhas. Lave o seu kit de pincéis com sabão neutro a cada 2 meses no máximo!

8. Usar maquiagem compartilhada ou emprestada

Se usar seus próprios pincéis sujos já pode causar incômodos, imagine usar os de outra pessoa? A situação fica ainda pior quanto os compartilhados são batons ou máscaras para cílios.  O batom, por exemplo, leva com ele fungos, vírus e bactérias presentes na saliva que podem causar doenças como sapinho, herpes labial, mononucleose e gengivite. Tenha sempre um nécessaire de primeiros socorros na bolsa e se fizer maquiagem com profissionais certifique-se de que eles usam materiais descartáveis.

9. Usar produto vencido

O resultado pode ser muito mais sério que somente a mudança de cheiro ou a perda da pigmentação do produto. Você corre o risco de ter alergias, que podem gerar manchas na pele, irritações, dermatites e até infecções. Batons e lápis para os lábios, por exemplo, podem causar alergias e ressecamento nos lábios. Já máscara para cílios, sombras, lápis de olho e delineadores podem provocar uma conjuntivite alérgica nas pálpebras. Venceu? Jogue fora!

Fonte: M de Mulher

Como combater as olheiras

Uma das maiores preocupações estéticas das mulheres, as olheiras podem ser atacadas por cremes, luz pulsada e até injeções: descubra qual tratamento é o melhor para você.

Por Larissa Drumond,

Você já se olhou no espelho do banheiro antes de dormir e levou um susto ao perceber manchas escuras embaixo dos olhos? Elas aparecem em mulheres – e homens também – pelos mais diversos motivos. Além de ser característica genética, recorrente em orientais e árabes, também deve-se levar em consideração estresse, fadiga, desidratação, má circulação do sangue, problemas de rinite e sinusite, cigarro, álcool, vida noturna agitada e a espessura da pele nesta região, naturalmente fina.

“Alimentos com alto índice glicêmico também podem influenciar, já que favorecem a glicação [processo que pode acarretar envelhecimento e complicações vasculares]. Dieta balanceada é essencial, inclusive existem nutricionistas que trabalham com foco em saúde da pele”, explica a dermatologista Isabel Martinez. E é normal que, ao envelhecer, a pálpebra afine ainda mais, evidenciando os vasos.


Thinkstock/Getty Images

Cremes para a região dos olhos não fazem milagres, mas melhoram o aspecto da pele. Use diariamente

 

De acordo com pesquisa realizada pela Clinique com cerca de 600 mulheres de diferentes etnias, para entender por que as olheiras as afetam e como elas lidam com isso, descobriu-se que as manchas ao redor dos olhos estão no topo da lista de preocupações estéticas da ala feminina. “Os resultados revelaram que, apesar de elas se incomodarem, são muito céticas em relação a testes de novos cremes para essa área e, então, preferem camuflar com corretivo”, conta Ana Lia Pereira, porta-voz em skincare da marca.

E agora?
Infelizmente não existe um tratamento milagroso para livrar o rosto das olheiras, mas alguns procedimentos podem ajudar. Primeiro, é recomendado consultar um médico especialista para que ele possa analisar o caso e prescrever produtos tópicos que tenham cafeína, vitaminas K ou C, retinol e algum despigmentante. Tudo com muito cuidado por se tratar de uma área delicada. “O melhor, no entanto, é o preenchimento com ácido hialurônico, que aumenta a densidade e traz mais água para a região, hidratando-a e melhorando bastante a coloração, além de estimular fibras de colágeno. A aplicação pode ser repetida a cada 8 ou 12 meses”, explica a dermatologista Helua Mussa Gazi, diretora da Clínica Belle Santé, que também indica drenagem facial e a luz intensa pulsada com o equipamento M22, que atua contra a hemossiderina, justamente o pigmento provocador das olheiras.

Sabe aquela cena clássica do ritual de beleza com os pepinos nos olhos? Na verdade, não existe nenhuma comprovação científica de que o vegetal pode melhorar a aparência da pele. O que acontece é que o gelado contrai os vasos sanguíneos, deixando-os menos aparentes e amenizando o tom arroxeado. “Uma dica é deixar a água termal dentro da geladeira e aplicá-la ao acordar com discos de algodão”, revela Helua. Se nada disso funcionar, vale a pena fazer uma visita ao otorrino para verificar se o tom escuro é fruto de distúrbios respiratórios.

Remover a maquiagem antes de dormir deve se tornar um ritual de beleza diário, pois é durante a noite que a pele consegue se restaurar. Ana Lia ressalta que os olhos têm um forte sistema de reflexo que os protege ao mesmo tempo em que os mantêm longe de resíduos. “No processo de limpeza, o fluido em excesso e as impurezas são expelidos por meio dos canais lacrimais, que podem provocar inflamações e, em última instância, olheiras e bolsas.” E protetor solar é fundamental para evitar o envelhecimento precoce. Quanto aos adesivos (também chamados de patches) que prometem ação clareadora, Helua aconselha outros caminhos. “Devido aos princípios ativos, eles acabam combatendo mais a flacidez do que a olheira em si; há métodos mais eficazes.”

Receitinhas

Fora os produtos prescritos pelo médico, é possível combinar receitas caseiras muito simples de fazer – caso das compressas frias com chá de camomila, que contém substâncias clareadoras. Outra opção, segundo Isabel, é fazer uma massagem matinal com creme hidratante para pálpebra à base de ácido hialurônico, com camomila ou Bepantol. “Diminui o edema e relaxa. Inicie a massagem do canto interno do olho em direção ao externo, deslizando suavemente.” Mãos à obra e olhar vivo!

Fonte: Delas IG

Beleza de noiva: como chegar ao grande dia com uma pele perfeita

Reuniões, provas de vestido, distribuição de convites… Diante de tanto estresse, sua pele pode gritar por socorro. Saiba como contornar pequenos problemas e chegar linda no seu grande dia.

Por Manuela Biz,

 

Foto: Getty Images
1- Ressecamento: sua pele perde o brilho natural e começa a descamar.

A causa: você não tem bebido muita água. Cremes até ajudam, mas a verdadeira hidratação vem da ingestão de líquidos. O uso excessivo de esfoliantes e ácidos e muita exposição ao sol também agravam a situação.

A solução: mantenha uma garrafinha de água por perto em tempo integral. Coloque no nécessaire hidratantes com ativos mais emolientes, como gluconolactona e glicerina. Crie o hábito de fazer semanalmente uma máscara hidratante em casa ou em uma clínica de estética.

2- Alergia: o rosto está constantemente irritado e com vermelhidões.

A causa: além de estar sensível devido ao stress, sua pele pode sofrer de dermatite de contato por causa de tratamentos estéticos e testes de maquiagem.

A solução: não espere a situação se agravar. Procure um dermatologista para que ele prescreva um tratamento à base de corticoides tópicos ou orais. O especialista também pode receitar cremes com aloe vera e camomila para diminuir a irritação da pele.

3- Espinha (na semana da festa): lá está ela, a pústula vermelha!

A causa: já está comprovado que o stress pode desencadear a produção do hormônio cortisol, um causador do aparecimento de acne em adultos. Alguns especialistas também apontam a má alimentação como um fator agravante.

A solução: às vésperas do casamento, evite consumir alimentos ricos em gordura e açúcar. Quanto mais natural for a alimentação, melhor. Mas, se espinhas aparecerem, use um creme anti-inflamatório tópico ou secativo com ácido salicílico, depois de consultar um dermatologista, claro.

4- Olheiras: as pálpebras inferiores parecem inchadas e mais escuras.

A causa: poucas horas de sono detonam seu visual. Além disso, álcool (você está com muitos brindes para fazer) e cigarro (a ansiedade aumenta o consumo) atrapalham a microcirculação, causando retenção de líquido nos tecidos e, por consequência, o inchaço.

A solução: aplique na área dos olhos produtos com vitamina K, que reduz o escurecimento da região, e cafeína, que melhora a microcirculação. Na semana antes da festa use compressas geladas embebidas em chá de camomila.

5- Falta de viço: a aparência está pesada e sem brilho.

A causa: a fadiga diminui a nutrição celular e aumenta os radicais livres, deixando a pele com aspecto cansado.

A solução: compense a falta de descanso com uma dieta exemplar, incluindo alimentos que contenham ativos antioxidantes. Entre as refeições, por exemplo, coma frutas cítricas e castanhas e tome chá verde. E dedique cinco minutos da sua noite à pele: limpe-a, tonifique-a e hidrate-a.

6- Excesso de oleosidade: além de muito brilho, os poros se dilatam e cravos aparecem.

A causa: a oleosidade excessiva em um momento pontual da vida é um indicativo de stress.

A solução: evite banhos longos ou muito quentes que estimulam ainda mais o trabalho das glândulas sebáceas. Limpe o rosto diariamente com produtos à base de ácidos salicílico e retinoico.

 

Fontes: Carolina Ferolla, dermatologista, e Thais Pepe, dermatologista do Hospital Sírio-Libanês, ambas em São Paulo.

 

Descasquei, e agora?

Abusou do sol? Tudo bem, acontece. Agora aprenda a lidar com as queimaduras e ‘descascados’ da melhor forma possível, para não prejudicar sua pele.

Chegou o verão, e isso significa que está aberta a temporada de piscina, praia, picolé e, claro, muito sol. Quem tem o hábito de se bronzear já sabe bem que é preciso usar muito protetor solar. Mas esquecimentos e descuidos acontecem. E, nesses casos, para quem tem a pele mais clara, “descascar” é praticamente uma certeza.


Thinkstock/Getty Images

Abusou do sol e descascou? Nada de sair puxando as pelinhas: aprenda a cuidar da descamação para não prejudicar a pele

Em primeiro lugar, é importante entender o que causa a queimadura de sol e a descamação. “O corpo tem uma capacidade natural e geneticamente determinada de produzir melanina, o pigmento que protege o DNA. Algumas pessoas produzem bastante, outras quase não produzem. Essas últimas nem chegam a se bronzear e se queimam com facilidade”, explica a dermatologista Carolina Marçon. Por isso, pessoas muito brancas devem usar mais protetor e roupas e acessórios para se proteger.

Quando a queimadura acontece, deve-se avaliar a sua gravidade. Se for muito intensa, apresentar bolhas e muita sensibilidade, é recomendada a ida a um pronto socorro, onde podem receitados medicamentos. Preste bastante atenção se há desidratação extrema, tontura e mal estar, pois o quadro pode ser de insolação.


Getty Images

Quem não abusou tanto assim do sol, mas mesmo assim virou um camarãozinho na praia, precisa ter mais paciência do que preocupação. “A pele exposta em excesso ao sol entra em processo inflamatório, por isso fica vermelha e arde. Depois disso, a pele começa a ficar muito ressecada e a descascar”, explica a dermatologista Luciane Scattone.

A descamação acontece porque a camada superficial da pele está muito danificada e entra em processo de renovação. “Quando começar a descascar, evite tomar banhos quentes e usar sabonete, pois isso desidrata mais a pele”, recomenda a dermatologista Luciana Hitomi.

Além disso, existem produtos que podem ser aplicados sobre a pele e dão sensação de alívio: “Se a ardência e a coceira estiverem insuportáveis, procure loções com aloe vera, calamina e outros ingredientes que refrescam e acalmam a pele”, indica a dermatologista Renata Roxo. “Se a queimadura for no couro cabeludo, um xampu com camomila pode ajudar bastante”, complementa Renata.

O que nunca, em hipótese alguma, se deve fazer é puxar as peles soltas. Sim, é difícil resistir, mas quando arranca-se a pele, expõe-se as camadas inferiores que ainda não estão prontas para as agressões do ambiente. É por isso que, quando estiver descascando, não se deve tomar sol: a pele nova é fina e delicada, por isso mancha e queima com muita facilidade.

Para ajudar a pele a se renovar, use e abuse do hidratante. “Quanto mais você hidratar a pele, menos a pele se solta e o processo de renovação é mais tranquilo”, indica Luciana. Outras atitudes simples que ajudam a pele nessa fase são: evitar produtos com muito perfume ou corantes, e evitar usar maquiagem – pois a pele está mais irritável e pode ter uma reação alérgica -, usar roupa de algodão e de tecidos naturais – que esquentam menos e deixam a pele respirar – e não usar bucha nem esfoliante, pois isso agride mais a pele e expõe as camadas imaturas.

Para evitar todo esse sofrimento, não desafie o sol e se proteja. É sempre melhor prevenir que remediar.

Fonte: Delas IG 

Alimentos para a pele: saiba quais ingredientes não podem faltar na sua dieta para que seu rosto e corpo fiquem sempre lindos e saudáveis

Alguns alimentos, quando consumidos com frequência, tem o poder de prevenir rugas, deixar a pele mais macia e até ajudar na proteção solar. Saiba quais são eles.

Proteção solar

Sementes de gergelim

A gente sabe que é uma batalha perdida ameaçar as mulheres com as penas do inferno a cada verão (manchas, envelhecimento precoce, rugas), mas não desistimos. Se você faz parte daquele contingente que não consegue meeeesmo evitar uma tostadinha básica, tente compensar o estrago com sementes de gergelim. O departamento de alimentação e nutrição da Sugiyama Jogakuen University, no Japão, mostrou que a sesamina, componente do gergelim, neutraliza o stress oxidativo causado pela radiação solar.

Recomendação: 1 colher (sobremesa) de sementes trituradas ou 10 ml de óleo por dia.

Proteção solar

Tomate, melancia, beterraba, pimentão vermelho

O bom de encanar com o sol é que a gente aprende dicas para sobreviver ao verão sem destruir totalmente a pele. Anote aí e pode colocar o assunto na sua rodinha da areia: o licopeno não é bom só para prevenir câncer de próstata. Esse carotenóide importante, que está presente nos alimentos vermelhos, também dá fotoproteção. Estudos realizados na Alemanha e nos Estados Unidos, por cientistas como Schmidt-Faber e Tronnier, mostram que os carotenóides podem ser usados como tratamento para o envelhecimento causado pelo sol.

Recomendação: ½ xíc. de molho de tomate (a biodisponibilidade do licopeno aumenta quando cozido e com um pouco de gordura ou de 5 a 10 tomates por semana), 1 fatia média de 200 g de melancia (ou 1 copo de 500 ml de suco), ½ beterraba ou 1 pimentão.

Menos rugas

Chá verde

Defensora do cafezinho nacional para espantar o sono, o tédio e outras chatices da vida? Ok! Ninguém está dizendo para você aposentar essa delícia. Mas vale dar chance ao chá verde, que é campeão de estudos em todos os continentes. Ele não deixa sua pele virar geléia porque é rico em polifenóis que protegem contra a perda do colágeno. Pesquisas feitas na Universidade de Kyoto, no Japão, e pela Universidade do Alabama, nos EUA, asseguram que é verdade. Outro estudo, da Academia Inglesa de Dermatologia, afirma que a epigalocatequina galato, presente no chá verde, inibe a formação de inflamação causada pela exposição aos raios UVB.

Recomendação: de 4 a 6 xíc. por dia.

Menos rugas

Soja

Ela virou habituê na mesa dos descolados porque seu aporte de proteínas é de arrasar. “A soja aumenta a síntese de colágeno e de ácido hialurônico, sinônimo de pele firme e com elasticidade”, diz a nutricionista Valéria Paschoal, do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional. Seu poder rejuvenescedor teve respaldo em estudos publicados na Photochem Photobiol.

Recomendação: 25 g de proteína de soja (1 litro de leite-de-soja ou 9 colheres [sopa] de grãos de soja ou ½ xíc. de tofu firme) por dia.

Menos rugas

Sardinha, espinafre, brócolis, feijão azuki, pistache

São ricos na coenzima Q10, que tem alto poder antioxidante. Apoiada por um estudo publicado no International Journal for Vitamin and Nutrition Research, a nutricionista Bárbara Sanches, da VP Consultoria Nutricional, diz que ela retarda o envelhecimento e suaviza as rugas.

Recomendação: até 100 mg de Q10 por dia (4 sardinhas, 80 g de espinafre, 60 g de brócolis, 150 g de feijão azuki ou 50 g de pistache).

Maciez

Sementes de abóbora

Vale a pena ciscar como lanchinho ao longo do dia, principalmente se o seu rosto parece seco e áspero. “Elas ajudam a reter água na pele, que fica macia e hidratada”, diz Bárbara Sanches. Os segredinhos estão no Journal of Agricultural Food and Chemistry, mas o que você precisa saber a gente conta: essa comida de passarinho também previne as linhas de expressão e suaviza aquelas que você já tem.

Recomendação: 2 colheres (sopa) batidas em sucos e vitaminas ou salpicadas nos alimentos ou 1 colher (sobremesa) de óleo de abóbora por dia.

Maciez

Espinafre, rúcula, escarola, mariscos, nozes

O magnésio é um dos principais compostos desse quinteto. Seus benefícios foram publicados no International Journal of Cosmetic Science. “A deficiência dificulta a absorção de água pela célula e prejudica a hidratação”, explica Valéria Paschoal. Se você vive se arrastando, invista também no mineral, que é envolvido na produção de energia — deve ser o segredo do espinafre que Popeye devora.

Recomendação: entre 200 e 400 mg por dia (1 prato raso de espinafre, rúcula e escarola, 5 mariscos ou 5 nozes).

Maciez

Aveia, salsinha e chá de cavalinha

Eles terão em sua pele o efeito de um creme carésimo. A palavra mágica é silício, que ajuda na manutenção dos fibroblastos na derme e reorganiza a matriz celular, de acordo com estudos da Academia Americana de Dermatologia.

Recomendação: 1 colher (sopa) de aveia, 10 g de salsinha ou 2 xíc. de chá de cavalinha por dia.

Viço

Maçã, cacau, uva, laranja, tangerina

Anote esta palavra: flavonóides. Eles dão cor às frutas e aos vegetais e já existem mais de 4 mil tipos descritos. Alguns são antioxidantes ainda mais poderosos que as vitaminas C e E e seus poderes estão descritos em artigo do Journal of Nutrition. Uma de suas funções é eliminar as toxinas do organismo. Aí, basta somar dois mais dois: ao eliminar as toxinas, você melhora a circulação e mais nutrientes chegam às células para ter uma pele de veludo. Outro estudo da Sociedade Americana de Nutrição mostrou que os flavonóides presentes no cacau contribuem para hidratar a pele e aumentar a fotoproteção. Não adianta fazer careta, porque o chocolate amargo, além de amigo do coração, é um aliado poderoso contra as rugas e o envelhecimento.

Recomendação: 1 colher (sobremesa) de cacau em pó ou 30 g de chocolate amargo por dia.

Viço

Damasco, melão, mamão, cenoura

O pulo-do-gato para evitar gripes é esse quarteto fantástico. Fontes de betacaroteno, as hortaliças e frutas amarelas e alaranjadas reforçam o sistema imunológico — pesquisas da Universidade Harvard, nos EUA, mostram que o consumo diário de 50 miligramas reduz em até 50% o risco de infarto e derrames. Mas, quando se trata da pele, estudos da Western Human Nutrition Research, nos EUA, são conclusivos e apontam que o betacaroteno é fundamental para deixar você com uma carinha saudável e luminosa.

Recomendação: até 400 UI (100 g de damasco, 2 cenouras médias, ½ melão, 1 papaia médio) por dia.

Viço

Abacate, cereais integrais, gérmen de trigo

O nome é de matar, mas o ácido pantotênico, presente nesse trio, pode ser o maior aliado na hora de exibir aquele look de estrela. A revista European Surgical Research alardeia as vantagens de uma suplementação, enquanto Valéria Paschoal acrescenta que “ele modula o brilho da pele sem aumentar a oleosidade”. Também é ótimo no tratamento da acne. “Ele regula a utilização dos ácidos graxos pelo organismo e a atividade das glândulas sebáceas”, diz a nutricionista Eliane Tagliari, de Curitiba.

Recomendação: 30 mg (½ abacate, 1 xíc. de granola ou 1 colher [sobremesa] de gérmen de trigo) por dia.

Viço

Grão-de-bico, banana, chocolate

Esses alimentos contêm vitamina B6, a mais “atarefada” das vitaminas: ela desempenha mais de 100 funções! Além de ajudar na formação dos glóbulos vermelhos do sangue, o que ajuda a acabar com qualquer palidez, a B6 dá uma força na produção de serotonina, que melhora o humor. Como existe uma ligação entre o bem-estar e a aparência da pele (estudos realizados no Aarhus University Hospital, na Dinamarca, mostram que essa vitamina melhora a depressão), garanta já sua cota de “pele feliz”.

Recomendação: 50 mg (1 xíc. de grão-de-bico ou 2 bananas) ou 50 g de chocolate amargo por dia.

Menos manchas

Romã

Quem já passou o ano com sementes de romã na carteira “para dar sorte” tem um motivo para comer a fruta sempre. “Rica em ácido elágico, potente antioxidante que vem sendo usado pela indústria cosmética como ativo antipoluição, tem um possível efeito clareador”, diz Adriana Leite. Mais: ele reduz a ação deletéria dos raios UVB, segundo estudo do Journal of Nutrition Science Vitaminology.

Recomendação: ainda não há uma dose estabelecida pelos estudos. Pode ser usada em sucos e chás e tem poucas calorias.

Menos manchas

Orégano e sálvia

São ricos em genisteína, que aumenta a atividade das enzimas antioxidantes na pele. “Funcionam como filtros solares orais porque preparam a pele para o verão, deixando-a mais resistente aos efeitos dos raios UV”, diz a nutricionista Eliane Tagliari. Serve como aliado, mas não dá para abrir mão do filtro, ok?

Recomendação: 1 colher (chá) de cada um adicionada a pratos quentes ou saladas por dia.

Fonte: M de Mulher 

Guia do demaquilante

Ele é necessário para limpar a pele, mas gera muitas dúvidas na hora da compra. Qual tipo escolher? Como aplicar? Aqui, tudo o que você precisa saber sobre demaquilante

Uma pele bem cuidada não depende somente de cosméticos de tratamento e uma boa alimentação, mas, também, de atenção aos detalhes, como a remoção da maquiagem. É justamente neste cenário que entra o demaquilante.

Mas não basta somente tê-lo em mãos, é necessária a escolha da versão correta do produto (entre tantos que existem no mercado) para uma pele livre de resíduos. E com a missão de sanar todas as dúvidas no que se refere ao produto em questão, logo abaixo um guia definitivo sobre este item que não pode faltar jamais na sua prateleira!

Cremoso
Como é: por ter um aspecto mais denso, como o de um hidratante, o produto carrega na formulação, além dos agentes de limpeza, componentes hidratantes. Por ser cremoso, consegue remover a maquiagem mais pesada com mais eficiência sem agredir tanto a pele.

Indicado para: peles muito sensíveis ou com rosáceas por não proporcionar tanto atrito ou agressão à face no momento da limpeza facial.
Contraindicado: se sua pele é oleosa, fique longe desta versão que tem doses extras de ativos hidratantes na fórmula e pode proporcionar ainda mais oleosidade à derme. Caso use, a dica: logo após o demaquilante cremoso, lave o rosto com sabonete específico para pele oleosa e passe um tônico facial para equilibrar a ação hidratante na pele.
Dica do especialista: “O demaquilante cremoso pode ser um ótimo aliado na hora de retirar o batom mate da boca, este que é mais difícil de sair, deixando os lábios livres de qualquer sinal de cor”, sugere o beauty artist Gustavo Almeida, do salão Espaço Be, de São Paulo.

Bifásico

Como é: uma versão que traz no conteúdo duas fases: uma aquosa e outra oleosa. Tem como característica ser mais leve que os demais por ter uma quantidade maior de água na formulação, dissolvendo rapidamente a maquiagem.
Indicado para: retirar maquiagem à prova d’água, principalmente os produtos usados na região dos olhos.
Contraindicado: dever ser evitado em pele oleosa ou com tendência à acne. Se é o seu caso, prefira usar este tipo de demaquilante apenas nos olhos e boca, e apenas para maquiagem muito resistente à água.
Dica do especialista: “Ter esta versão sempre à mão na hora de fazer a maquiagem é uma ótima pedida para consertar erros que surgem durante a produção do make, como o delineado gatinho, a máscara de cílios e o batom mate que sempre insistem em borrar”, sugere a maquiadora Giovanna Morrell, de São Paulo.

Lenço

Como é: toalhas umedecidas com componentes removedores de maquiagem e ativos de hidratação da pele. Com versões para todos os tipos de pele, é prático para carregar na bolsa ou levar em viagens.
Indicado para: retirar o make em locais que não se pode lavar o rosto ou em momentos que a preguiça fala mais alto. Entretanto, não substitui o uso de outro demaquilante e limpeza facial com sabonete, pois não retira todos os resíduos e sujeira da pele.
Contraindicado: para pele muito sensíveis ou com acne por causa do atrito que provoca na derme no momento do uso.
Dica do especialista: “Não deve ser usado todos os dias por não ter ação de limpeza tão eficaz como os demais. Vale carregar na bolsa para retirar a maquiagem no trabalho, no carro ou em viagens”, sinaliza a dermatologista Marcella Alves, da Clínica Les Peaux, do Rio de Janeiro.

Água Micelar

Como é: na verdade não é um demaquilante, mas, sim,uma loção facial que carrega na fórmula ativos que limpam e acalmam a pele, respeitando o equilíbrio fisiológico do tecido. O produto é o novo queridinho entre as mulheres que fazem o uso constante de ácidos ou passaram por algum procedimento estético facial que deixou a pele mais sensível e exige atenção redobrada em tudo que se aplica no rosto.
Indicado para: peles sensíveis ou com acne por ter ativos que ajudam a cicatrizar espinhas e acalmar a pele.
Contraindicado: na remoção de maquiagens à prova d’água, por não ter tanta eficácia.
Dica do especialista: “Por limpar, tonificar e hidratar de uma só vez, o produto é uma boa escolha para levar no nécessaire de viagem, já que ocupa o lugar de três itens cosméticos”, indica Giovanna Morrell.

Fonte: Delas IG

20 alimentos que deixam a pele, cabelos e unhas mais bonitos

A beleza também é influenciada pelos alimentos que comemos; conheça 20 delícias que vão ajudá-la a se manter sempre bonita.

Você é o que você come. A famosa afirmação também vale quando o assunto é beleza. Manter a pele hidratada e sem acne, as unhas fortes e os cabelos sedosos e brilhantes tem relação direta com o que comemos todos os dias. Ana Paula Raduan, dermatologista do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, declara: “A alimentação equilibrada e balanceada é o que vai nos dar as vitaminas e minerais essenciais para a pele, as unhas e o cabelo”. Ou seja, sem segredos, mas com muita verdura, legumes, frutas e carne de peixe ou frango, em especial, é possível se manter mais bela.

Mamão: rico em vitamina A, é importante para a renovação celular e recuperação dos tecidos, ajudando a manter a pele viçosa e aveludada, além de ter também efeito anti-acne.

Já os alimentos industrializados, com muito corante e conservante, como os salgadinhos, só fazem mal à sua beleza. Além deles, aquela combinação quase irresistível de hambúrguer e batata frita, cheia de gordura, também não vai ajudá-la a deixar a pele e o cabelo mais vistosos. Elisete Crocco, dermatologista e professora da Santa Casa de São Paulo, avisa que um estudo recente mostrou que uma dieta rica em alimentos hiperglicêmicos (carboidratos, açúcares, leite, sorvete, chocolate etc.) aumenta o trabalho das glândulas sebáceas, o que gera acne. “Uma rotina alimentar à base de peixes, muitos legumes e vegetais acarretou uma melhora do problema. Acne tem relação direta com a dieta”, alerta.

A dica de Marisa Resende Coutinho, nutricionista do Hospital São Camilo, é não exagerar em nada. “Uma alimentação equilibrada, com quantidades adequadas de nutrientes, regula todas as reações químicas e secreções hormonais dentro do nosso organismo”, diz. “Muitos acreditam que somente os cuidados externos com a pele são suficientes para que ela esteja sempre bonita. Na verdade, o que vem de dentro também é muito importante, ou seja, o que você come. Alguns alimentos fazem bem para o organismo, e a consequência disso se vê na pele”, finaliza.

Fonte: DELAS IG